Sound Track

“Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama.(...) » Bob Marley

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Confissões da Alma



Em dias Cinzentos e de ventos agudos, vozes comprometidas vagueiam pela noite, essa, (in)diferente, estranha. Anseia um cheiro a cúmplicidade, a vontades sofridas.
Despida de preconceitos, deixa
(-se) envolver (por) esse aroma, fresco e sedutor, de um perfume intenso. Gravado na pele, ressentida dos anos, intensificou-se num tempo, que parece voltar(-se) (contr)a ela, em jeito de maturidade (dizem eles)...
De Palavras perdidas, lançadas ao chão, barulhento, deixa-se entranhar, por essas gotas soltas, do orvalho. Traz com elas desejos escondidos e sentimentos instáveis. Faz-se
(ao)Norte, num caminho longo, num silencio, voraz, acompanhado com ela.
Os ponteiros marcam as horas de uma vida agitada, lacrada naquelas paredes caiadas, manchadas de lágrimas e de suor, de sorrisos e gritos... colados no peito.
Ela, de cabelos soltos, longos, escuros, olhar profundo e distante, de mãos semicerradas, caminha de passos firmes e confiantes.... em busca da resposta estendida nas ruelas da aldeia.
Não a
(re)conhece(m), Não nesta noite, não neste semblante, nem a chuva que a trespassa, nem o vento a atrasa.é em vão aquele desconforto, é em vão a coragem... de a ver num jeito amante de quem ficou perdida , à margem...
Num caminho esforçado e fundo...caminha
(m) (de) mão dada com o futuro , à procura do que o dia conseguiu unir... no tempo!

7 comentários:

David Marinho disse...

Já não via aqui uma prosa há imenso tempo. Simplesmente dos melhores blogues que guardo.

Beijinho

David Marinho disse...

Antes eramos iguais xD agora trocamos tudo lol

Beijoo

quanto pesa o vento? disse...

a tua escrita acalma-me a alma, reconforta-me saber que aqui encontra-se palavras tão bem escolhidas e conjugadas.

abraço.

Nuno G. disse...

gostei muito!!! vou aparecer mais vezes...

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

devaneante disse...

É sempre uma lufada de ar fresco passar pelo teu blogue Violeta. Textos bem construídos e com uma forte mensagem por trás ;) continuação do bom trabalho :)

Beijinho

Rocha, André disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog. Como sabes eu sou seguidor do teu espaço faz já algum tempo. Beijinhos

Serenidade disse...

Há um tempo para tudo. E quando nos deixamos de identificar e ser feliz em determinada situação ou lugar.... o tempo passou.... outras etapas há que desbravar.

Serenos sorrisos