Sound Track

“Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama.(...) » Bob Marley

sábado, 13 de setembro de 2008

Inverno Amado


Abri a janela
cidade dorme
escondida nas luzes
que a Fazem Brilhar
Cheira-me a Ti
Cheira-me a mim
o Abraço escondido
no silencio desta noite
Faz-me perder
Percorro as casas
iluminadas de sentimentos
sentidas , perfumadas
Cheiram a Ti
Cheiram a mim
Solta-se o desejo
escondido no avesso
do mundo
Encontro-me
Estradas vazias
cheias de segredos
cravados na calçada gasta
Cheira a Ti
Cheira a mim
Vou à procura
do que resta de mim
nesse porto de abrigo
Deixo-me Fechar
Aquele café
(que já foi nosso)
procuro-te no balcão corrido
já não estás...
(Mas) Cheira a Ti
Cheira a mim
Cheiro dessa noite mágica
gravado no tempo
gravado na cidade
que nos viu amar
e chorar...
Cheiro da Chuva
perdida nos becos escondidos
Cheiro do quente
dos corpos sequiosos
de dor...
Cheiro de Inverno
que foi Amado
na noite que traz
sempre Saudade...
Dedicado à Jo

3 comentários:

David disse...

O passado por vezes nem nos deixa seguir o nosso caminho. Não deixa nos entregar na pura e fictícia maneira de ser. Às vezes era bom alguns passados não acabarem, pelo menos ou não sofríamos ou simplesmente não vivíamos mais para além do tempo em que estamos.

Por ti neia, tu sabes o que sinto.

Teu david

@ <3

quanto pesa o vento? disse...

adoro a forma como escreves.

voltarei.
abraço.

O Profeta disse...

Frágil e palpitante luz
A beleza é feita de ternos murmúrios
A voz quebra a quietude do silêncio
A chuva leva a terra ao encontro dos rios

Não há fracassos no sonho
Caminhei nas nuvens para te ver do alto
Abri os braços ao relâmpago
Desci à terra, senti nos pés o frio basalto


Vem comigo escolher o caminho


Mágico beijo