Sound Track

“Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama.(...) » Bob Marley

domingo, 1 de maio de 2011

Memorias Tuas *


Não me lembro muito da minha infância com a minha mãe. Não me lembro de brincar com ela, se calhar porque tinha a minha irmã que no fundo tratou de mim como uma mãe exemplar... Lembro-me de ir ao super mercado contigo e querer todas as bonecas, não me lembro o que me dizias mas sei que não chorava por não as trazer... Lembro-me de me levares bolo nos meus aniversários para o infantário, não me lembro do que se seguia depois... estranho dizer que hoje tenho uma memoria de elefante, que tudo o que me marca e eu gosto recordo todos os pormenores, mas dessa altura poucas lembranças guardo. Lembro-me [agora] de um aniversário que me festejaste na nossa casa nova, onde a mesa ainda era de plástico e eu... eu ia fazer sete anos... e nem os dentes da frente tinha... Lembro-me de pensar que não ia ter lá colegas de escola, porque [ pensava eu] não merecia tal coisa... lembro-me de me chamares a sala e de me pedires para ir buscar uma garrafa de sumo ao Bar e qual é o meu espanto ver os meus «amigos» lá a minha espera e a abraçarem-me como seu eu fosse a princesa da festa. e Ate poderia ser naquele momento, mas nunca mais me senti assim em aniversário nenhum.... Lembro-me de ser o teu braço direito nas saídas as compras, lembro-me de te ouvir dizer que eu tenho paciência pra ti, para ir passear contigo, ou mesmo ver a avó ao Lar. Lembro-me dos pesadelos que tinha ao acordar durante a noite com as lágrimas nos olhos a pensar que tinhas ido para o céu.... Lembro-me dessa angustia e da dor que me traz[ia] sempre que fechava os olhos e a sentia....

Quero-me continuar a lembrar sempre de ti. Quero continuar a orgulhar me de ti. Quero que continues a orgulhar-te de mim... Quero dar-te motivos para sorrires comigo, como o fazes ainda... Quero dar-te motivos para chorares pelos meus sucessos na vida.... Quero que não tenhas mais preocupações comigo nem com a mana, porque nós somos feitas da mesma massa que tu, e venceremos sempre... com o teu apoio e amor incondicional.
Obrigada Mãe por me Amares tanto.
Obrigada Mãe por seres minha Mãe!




PS: amanhã prometo publicar o miminho que fiz para ela e relatar a surpresa que planeamos fazer-lhe.
[Shiuuuu é segredo não lhe digam nada xim]

3 comentários:

mari disse...

sweet**

(engraçado também não tenho muitas memórias de quando era criança :S)

Sofia Azevedo disse...

Bonitas lembranças. Também guardo algumas, vagas...

Bonita e terna homenagem.

Xp disse...

Adorei o que li...
Eu tenho muitas memórias de criança...e com a minha Mãe são imensas :) tal como tu acredito que tenho a Melhor Mãe do mundo!
Bj bom...