Sound Track

“Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que mais se ama.(...) » Bob Marley

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Meu Poético Cantinho


Procuro-te
nas folhas soltas
do livro
onde me deixei

Talvez não desse

Os Cheiros
revoltam-se em mim
e lembram
o que esqueci

Talvez quisesse

Aquele meu poético cantinho
onde guardei as memórias
que o vento teima em levar

Talvez sentisse

o fechar em mim
o pefume
que me embala

A frescura ao saborear

o olhar quente
sobre o mar...

Talvez tivesse
que partir...

Meu Poético Cantinho!


Avós!

5 comentários:

David disse...

Perfeito, fantástico, encantador. Um poema como não via há uns tempos. Cativou-me, emocionou-me cá dentro. Infelizmente fala desse passado, que tão pouco se mostra conformado.

Sempre contigo, sempre com um sorriso nos lábios para ti.

Simplesmente...porque gosto de ti, e o futuro reserva-nos o simples facto da existência, mais do que isso será obra do sempre aclamado e "nosso" destino.

Beijo solto @

Flor disse...

Mais um bonito e sentido poema... é o que eu digo... qualquer dia... um livro escrito pela minha querida sobrinhita... e eu quero um autografado! Ai quero quero.. :D

Já passaram dois anos desde que "inaugurei" o meu jardim....

Não tenho bolo para comemorar, apenas tenho uma imensa gratidão e muita alegria, porque foi atravês do meu canto que chegaste ao meu coração... OBRIGADO! :D

Gosto de TU muito muito :-)

Beijos floridos da Flor

O Profeta disse...

Errantes sentires percorrem
Este corpo nu de calor
Queda-se a vontade ao vento
Neste deserto de verde amor

Ai este grito contido
É lava rubra em minha garganta
Pio de pássaro preso às penas
Uma reza a fugir de alma santa


Boas férias


Mágico beijo

Íris disse...

Vim sentir um pouquinho do teu cantinho poético...
Muito sentido este momento?! És uma querida!

Um beijo :)

Crystal disse...

Tão simples e no entanto tão belas as palavras com que desenhas um arrepio na minha pele...Caramba, está tão bonito que apetece reler, reler,reler...